Servidores da Prefeitura de Cajamar reclamam do baixo valor do vale alimentação e pedem providências.

Domingo, 24/08/2014.

São varias as reclamações dos servidores da Prefeitura de Cajamar relacionadas ao baixo valor do Vale Alimentação. Vale este que hoje está em torno de R$ 105,00. O que segundo servidores não da para se comprar nada no mercado.

Segundo um servidor que entrou em contato com o blog e pediu para não divulgar seu nome, esse disse que tem que juntar o vale por 05 ou 06 meses para poder fazer uma compra no mercado, pois se ir mensalmente não da para se comprar quase nada.

Conforme podemos constatar em dados divulgados pelo Procon e publicado no site Globo.com clique aqui o preço médio da cesta básica que no dia 14/08 era de R$ 391,56, passou para R$ 394,35 no dia 21/08.

Então por que a Prefeitura de Cajamar, tendo em vista que o valor da cesta básica hoje em São Paulo esta em torno de R$ 400,00, ainda não fez a revisão deste valor do Vale Alimentação dos Funcionários. É o que vem este blog questionar o Prefeito Daniel Fonseca.

Senhor Prefeito Daniel Fonseca, tendo em vista que o Vale Alimentação pago hoje aos funcionários da Prefeitura de Cajamar, como todos podem ver, está muito baixo e bem aquém da realidade do valor da cesta básica de SP, será que não está na hora de Vossa Excelência reajustar este vale, que hoje é de R$ 105,00, dos Servidores da Prefeitura de Cajamar. Os Servidores de Cajamar cobra providências.

Outra reclamação também é dos Funcionários da Frente de Trabalho, que, desde o mês de julho não recebem suas Cestas Básicas. Os funcionários reclamam que o Prefeito sempre entrega a cesta com Atraso.

Basta cortar alguns cargos da Prefeitura, que conforme podemos ver na tabela abaixo, tabela esta retirada do site da Prefeitura de Cajamar, hoje, 25/08  clique aqui, e que estão altíssimos,  que com certeza a Prefeitura terá condições de contemplar os servidores com um reajuste no Vale Alimentação.

Blog está a disposição do Prefeito Daniel Fonseca, caso o mesmo queira responder a esta postagem.

NÍVEL DE VENCIMENTO CARGOS QTD. DE CARGOS     VENCIMENTOS
CC01 NÃO CONSTA NA TABELA R$ 782,94
CC02 NÃO CONSTA NA TABELA R$ 921,10
CC03 ASSESSOR DE DIRETORIA III 70 R$ 1.074,62
CC04 ASSESSOR DE DIRETORIA IV 30 R$ 1.228,14
CC05 ASSESSOR DE DIRETORIA V 40 R$ 1.381,65
CC06 ASSESSOR DE DIRETORIA VI 45 R$ 1.535,18
CC07 ASSESSOR DE DIRETORIA VII 30 R$ 1.688,68
CC08 ASSESSOR DE DIRETORIA VIII 30 R$ 1.918,95
CC09 ASSESSOR DE DIRETORIA IX 45 R$ 2.302,75
CC10 ASSESSOR DE DIRETORIA X 30 R$ 2.686,57
CC11 NÃO CONSTA NA TABELA R$ 3.070,34
CC12 ASSESSOR DE DIRETORIA XI 20 R$ 4.298,47
CC12 CHEFE DE DIVISÃO 98 R$ 4.298,47
CC13 COORDENADOR I 04 R$ 4.912,56
CC13 ASSESSOR DE DIRETORIA XII 25 R$ 4.912,56
CC14 ASSESSOR DE GABINETE I 10 R$ 5.373,09
CC15 ASSESSOR DE GABINETE II 10 R$ 5.833,66
CC16 ASSESSOR DE GABINETE II 20 R$ 6.447,72
CC16 CORREGEDOR 01 R$ 6.447,72
CC16 OUVIDOR 01 R$ 6.447,72
CC17 CHEFE DE DEPARTAMENTO 47 R$ 7.368,83
CC18 ASSESSOR DE GABINET IV 10 R$ 8.904,01
CC19 COORDENADOR II 14 R$ 9.211,05
CC20 CHEFE DE GABINETE 01 R$ 10.746,21
CC20 DIRETOR MUNICIPAL 19 R$ 10.746,21
CC21 ASSESSOR DE DIVISÃO I 15 R$ 2.859,06
CC22 ASSESSOR DE DIVISÃO II 15 R$ 3.310,50
CC23 ASSESSOR DE DEPARTAMENTO I 10 R$ 3.611,45
CC24 ASSESSOR DE DEPARTAMENTO II 10 R$ 3.912,42
CC25 SUPERINTENDENTE 07 R$ 10.023,35

Blog do Everson Rangel

PREFEITO CASSADO, DANIEL FONSECA, PERDE PRAZO E PRESIDENTE DO TRE/SP NEGA A SUBIDA DO SEU RECURSO PARA O TRIBUNAL SUPERIOR DE BRASILIA.

Segunda-Feira, 19/05/2014.

O Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, Desembargador A. C. MATHIAS COLTRO, negou na sexta-feira, 16, a subida dos pedidos de Recurso Especial dos Primeiros colocados, Daniel Fonseca (PSDB) e sua vice Fatima Lima (PSDB) e dos segundos colocados, Paula Ribas (PT) e seu vice, Deocardio da Conceição (PC do B).

Primeiros e Segundos colocados foram cassados pela Justiça Eleitoral de Cajamar por abuso dos meios de comunicação nas eleições de 2012. A cassação foi mantida pelos Desembargadores do TRE/SP.

No caso do Prefeito cassado Daniel Fonseca e de sua Vice, o Presidente do TRE/SP entendeu ser intempestivos os pedidos de recurso especial para Brasília. Ambos perderam prazos para entrarem com recursos.


Da negativa dos pedidos dos primeiros colocados:

Prefeito cassado Daniel:

Fls. 2145/2174: Nego seguimento ao recurso especial interposto por Daniel Ferreira Fonseca, ante sua apresentação intempestiva. Isso porque, tendo o Plenário concluído que o terceiro recurso de embargos declaratórios foi oposto com intuito manifestamente protelatório, não se operou o efeito interruptivo do prazo para os recursos supervenientes. Nesse sentido: "Os embargos declarados protelatórios não interrompem nem suspendem o prazo recursal, a teor do art. 275, §4º, do Código Eleitoral" (TSE, AAG 7981, Rel. Min. Marcelo Ribeiro). Dessa forma, e considerando-se que a publicação do acórdão que julgou os segundos embargos de declaração ocorreu em 08/04/2014 (cf. fl. 2110), é manifestamente extemporâneo o apelo especial protocolado em 05/05/2014. São Paulo, 16 de maio de 2014. Desembargador A. C. Mathias Coltro - Presidente".



Sua Vice Fátima Lima:

"Fls. 1577/1613: Nego seguimento ao recurso especial interposto por Fátima Aparecida de Lima, tendo em vista sua intempestividade. Nos termos da Súmula 418 do Superior Tribunal de Justiça, "É inadmissível o recurso especial interposto antes da publicação do acórdão dos embargos de declaração, sem posterior ratificação". E essa orientação, a propósito, é amplamente aplicada pelo Tribunal Superior Eleitoral: "Nos termos da jurisprudência desta Corte e do Supremo Tribunal Federal, é extemporâneo o recurso especial ou extraordinário protocolado antes da publicação do aresto proferido nos embargos, sem posterior ratificação" (ARESPE 27572 Rel. Min. Marcelo Ribeiro). Por fim, acrescente-se que, conforme a jurisprudência dominante, é indiferente quem seja o embargante, pois a regra se aplica mesmo quando os embargos tenham sido opostos pela parte contrária. É o que ficou assentado, entre outros julgados do Superior Tribunal de Justiça, no AgRg/Ag 973.680/08: "Esta Corte tem assente o entendimento da necessidade de ratificação do reclamo especial aviado em momento anterior ao julgamento dos embargos de declaração, mesmo quando opostos pela parte contrária".


Da negativa dos pedidos dos segundos colocados:

Com relação aos segundos colocados, Paula Ribas e seu Vice Deocardio, o Presidente negou a subida dos recursos para Brasilia, por entender que, as pretensões dos cassados de reexame de prova não ensejaram o recurso especial.

Fls. 1994/2027: Nego seguimento ao recurso especial interposto por Ana Paula Polotto Ribas e Deocardio Costa da Conceição, em razão do disposto na Súmula 7 do Superior Tribunal de Justiça. Como se infere das razões recursais, e a despeito de o apelo ter fundamento em ambos os permissivos do art. 276, I do Código Eleitoral, as alegações dos recorrentes se voltam integralmente contra o arcabouço fático-probatório coligido aos autos. Nesse sentido, a propósito, transcrevo excertos: "In casu, não houve a indicação de nenhuma prova ou no mínimo de indícios no sentido de que os recorrentes tenham influenciado o conteúdo das matérias publicadas pelo Jornal Cajamar News, ou ainda qualquer ingerência na edição das referidas reportagens" (fl. 2004). E mais: "In casu, resta clarividente que os recorrentes não contribuíram para a prática ilegal e, de igual sorte, não foram diretamente beneficiados pelo ato ilegal propriamente dito" (fl. 2007). Para finalizar: "A conduta ilícita foi praticada pelos recorridos, que comprovam espações (sic) no periódico para exposição reiterada de suas conquistas e dos feitos da administração pública, e isso dentro e fora do micro processo eleitoral" (fl. 2011, com grifos no original). Posto esse quadro, e considerando-se a vedação ao reexame de fatos e provas em sede de recurso especial, fica obstado o processamento do apelo extremo.



O despacho do Presidente do TRE/SP, negando a subida dos pedidos de Recurso Especial para Brasília, será agora publicado no Diário Oficial da Justiça Eleitoral nos Próximos dias. Publicado, Primeiros e Segundos Colocados terão 03 dias para entrarem com um agravo de instrumento contra a decisão do Presidente. --Neste, o recurso vai para o TSE de qualquer jeito--.

Com esta decisão do Presidente do TRE/SP de não aceitar a subida dos recursos para o TSE de Brasília, fica complicada a situação dos candidatos cassados Daniel e Paula Ribas, não está impossível, mas bastante complicada agora.

Art. 36 § 2 do regimento interno do TSE de Brasilia: § 2º No caso de indeferimento, caberá recurso de agravo de instrumento para o Tribunal Superior, no prazo de três dias contados da intimação, processados em autos apartados, formados com as peças indicadas pelo recorrente, sendo obrigatório o traslado da decisão recorrida e da certidão de intimação.



Caso Daniel Fonseca ou Paula Ribas não revertam suas situações no TSE de Brasília, uma nova eleição será marcada no Município de Cajamar. Neste caso, o Presidente da Câmara, Pezão, assumirá a prefeitura interinamente até a proclamação dos eleitos.

Finalizando, o Prefeito cassado, Daniel Fonseca, está governando o Município de Cajamar amparado por uma liminar concedida pelo Ex-Presidente e Ministro Marco Aurélio do TSE de Brasília. Liminar esta que pode ser derrubada a qualquer momento pelo próprio TSE. Caso a liminar seja derrubada, Daniel terá que deixar o cargo de Prefeito em definitivo.

ANDAMENTO DO PEDIDO DE CASSAÇÃO DE DANIEL FONSECA NA JUSTIÇA ELEITORAL DE CAJAMAR - CLIQUE AQUI

Andamento das cassações de Daniel e Paula Ribas em Brasilia (cassados pela Justiça Eleitoral de Cajamar e TRE/SP)- AI - 66912 - Clicando Aqui

Andamento do processo de Cassação de Daniel e de Fátima Lima em Brasilia (outro processo de cassação) - AI - 72847 - Clicando Aqui

Acompanhe o andamento da liminar de Daniel em Brasilia - MS - 4862 Clicando Aqui


Blog do Everson Rangel
www.eversonrangel.com

UM VERDADEIRO ABSURDO PARA O CONTRIBUINTE DE CAJAMAR. POPULAÇÃO COBRA DOS VEREADORES MAIS FISCALIZAÇÃO DESTES CONTRATOS



PREFEITURA DE CAJAMAR GASTOU EM 2013 = R$ 14.000.000,00 (QUATORZE MILHÕES) COM ALUGUÉIS DE VEÍCULOS.

COM ESSE DINHEIRO A PREFEITURA DE CAJAMAR PODERIA COMPRAR APROXIMADAMENTE, 700 CARROS POPULARES OU

QUASE 30 ÔNIBUS NO VALOR DE R$ 500.000,00 CADA

LEMBRANDO QUE É VOCÊ CARO LEITOR QUE ESTA PAGANDO A CONTA. FISCALIZE, VOCÊ SÓ TEM A GANHAR.

VEJAM OS PAGAMENTOS:

PRELUDIO = R$ 4.422.785,36
DINATUR= R$ 5.429.790,46
ARD TRANSPORTE= R$ 1.179.812,00
JS STOPPA = R$ 3.059.382,19

TOTAL = R$ 14.091.770,01

Clique na foto e confira todos os pagamentos efetuados pela Prefeitura de Cajamar no ano de 2013. Fonte TCE/SP.





SANTANA DE PARNAÍBA, BARUERI, CAJAMAR E CAIEIRAS ESTÃO ENTRE AS PREFEITURAS QUE MAIS TEM COMISSIONADOS EM SÃO PAULO.
E A POPULAÇÃO É QUEM PAGA A CONTA.


Conforme relatório do Tribunal de Contas de SP confiram aqui - Santana de Parnaíba, Barueri, Cajamar e Caieiras estão entre as prefeituras que mais têm servidores comissionados (nomeia quem quer) no estado de São Paulo.

O relatório aponta que, a quantidade excessiva de servidores comissionados nessas prefeituras está implicando na perda de eficiência dos recursos públicos.

Em Cajamar, por exemplo, o contribuinte cajamarense tem que bancar 46 cargos só no gabinete do prefeito, com salários de mais de R$ 7.000,00 (sete mil reais). Lei 063/2005. Um verdadeiro absurdo e desrespeito ao bolso do contribuinte cajamarense, que é quem está pagando esta conta.

São várias as reclamações da população Cajamarense, dentre elas estão: Hospital que não funciona, reclamam também que as ruas do município estão totalmente abandonadas, falta de água, etc.

O blog do Everson Rangel pede ao prefeito a demissão da metade destes cargos.


VEREADOR PEZÃO ASSUME O EXECUTIVO INTERINAMENTE A PARTIR DE AMANHA (27).

UMA DAS COISAS QUE ESTE BLOG VAI COBRAR DO PREFEITO INTERINO "PEZÃO" CASO O MESMO FIQUE ATE A REALIZAÇÃO DE NOVAS ELEIÇÕES, POIS AINDA TEM PROCESSO PENDENTE E LIMINAR PENDENTE DE JULGAMENTO PARA ESSA SEMANA NO TRE/SP É:

A TROCA DE TODO SECRETARIADO DA PREFEITURA; (NA OPINIÃO DO BLOG, E ESSA É MINHA OPINIÃO, OS DIRETORES JÁ DEVERIAM PEDIR SUAS EXONERAÇÕES A PARTIR DE AMANHA (27), E CASO O PREFEITO CASSADO DANIEL REVERTA A DECISÃO DA JUSTIÇA ELEITORAL DE CAJAMAR / TRE/SP OU ATE MESMO CONSIGA A LIMINAR ELES RETORNARIAM).

REDUÇÃO DA METADE DOS CARGOS DO GABINETE (O QUE ESSE BLOG ACHA ABUSIVO --SERVIDORES COM SALÁRIOS DE ATÉ 7 MIL REAIS--) E;

A RESTRUTURAÇÃO DO HOSPITAL REGIONAL.

O BLOG DESEJA TODA SORTE AO PREFEITO INTERINO "PEZÃO", MESMO QUE SEJA POR 1 HORA, UMA SEMANA OU ATÉ A REALIZAÇÃO DE NOVAS ELEIÇÕES.

E LEMBRA TAMBÉM A TODOS, QUE, QUANDO DAS REIVINDICAÇÕES DA GUARDA CIVIL DE CAJAMAR, ALÉM DE OUTROS VEREADORES, ESTE FOI UM DOS QUE CONTRIBUIU E MUITO COM ESTE BLOG. SEMPRE PRESTANDO AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS RELATIVAS A CRIAÇÃO DA LEI QUE BENEFICIOU A GUARDA CIVIL DE CAJAMAR.

O BLOG AGRADECE E LHE DESEJA BOA SORTE.
 
  • Template X
  • Copyright © 2013 - 2014. Blog do Everson Rangel - Todos Direitos Reservados
    Everson Rangel
    Administrador